Brasil Região Nordeste

Noronha, para os íntimos

Fernando de Noronha, ou simplesmente Noronha, é um daqueles lugares de se emocionar e perder o fôlego de tanta beleza natural.

Ao chegar de avião, você já tem uma visão panorâmica das encantadoras praias. Inclusive, como chegar é um tópico importante para quem deseja conhecer Noronha. Normalmente as passagens são caríssimas 😮 e os vôos diretos são apenas de Natal e Recife, pelas companhias aéreas Gol e Azul. Vale a pena se programar e utilizar suas milhas para trocar por passagens ou ficar de olho nas promoções.

Mas já que decidimos investir um bom dinheiro em maravilhosas memórias, vamos nos jogar.

Vamos começar pelas praias…

Noronha é cercado de praias lindas que são completamente diferentes umas das outras. A ilha é dividida em duas costas: mar de dentro – voltado para o Brasil – e mar de fora – voltado para a África.

Quando fomos para Noronha (julho/2014) o mar de dentro estava calmo e o mar de fora bem rebelde. Dependendo da época do ano, as águas de uma costa são mais calmas que as da outra.

Esta configuração do mar nos permitiu passar horas fazendo snorkel na costa do mar de dentro.

Baia dos Porcos (mar de dentro)

Lindo de viver. É uma pequena enseada com formações rochosas e bastante vida, especialmente cardumes de peixes. É possível acessar esta baia através da Praia da Cacimba do Padre, numa pequena caminhada de no máximo 5 minutos, mas cuidado com as pedras.

IMG_20140726_150302684

Baia dos Porcos

Praia do Sancho (mar de dentro)

Já que foi eleita a praia mais bonita do Brasil, acho que seria repetitivo dizer que é linda, maravilhosa, salve, salve!! No Sancho, até as lindas tartarugas marinhas vem dar oi 🙂 O acesso a esta praia é através de uma caminhada por um deck, muito tranquilo. Contudo para chegar à praia é preciso descer uma escada numa fenda entre as rochas. Não aconselho crianças muito pequenas ou pessoas com dificuldades de locomoção. Se esse é o seu caso, não fique triste, há passeios de barco que podem te levam até lá – falarei abaixo. Aproveite a sua ida e faça a caminhada que leva a trilha dos golfinhos. É um lugar bonito que vale a pena visitar, mas não às 06h da manhã. Vão dizer a você que os golfinhos podem ser vistos neste lugar e horário maneiro (#sqn). Se você é tão soneca quanto eu, não faça isso!!! No passeio de barco, você verá milhares de golfinhos e bem mais de perto 🙂

IMG_20140726_142333091

Praia do Sancho

 

Praia do Sueste (mar de fora)

O Sueste é um local de acesso super fácil e com uma infra-estrutura bacana. A praia possui cadeiras, mesas, barracas (mas não na areia) e lanchinho para os famintos. Neste local é possível ver tubarões (pequenos, não se assuste!) e raias fazendo snorkeling. Aqui foi um dos poucos pontos que vi máscara e snorkel para alugar. O uso de colete salva-vidas é obrigatório a fim de ajudar na conservação do meio ambiente, o mesmo pode ser alugado na própria praia. Vale separar umas 3 horas para fazer snorkeling, cansar, dormir na areia e voltar para o mar.

Praia do Porto (mar de dentro)

Sim é um porto! onde chegam e saem os barcos. Mas como Noronha é bem preservada, é possível desfrutar desta praia também. (sério, lá é bem legal e a água não é suja)

Cacimba do Padre (mar de dentro)

Com certeza quando falam de Noronha uma imagem específica vem a sua mente, esta imagem é o Morro Dois Irmãos localizado nesta praia – inclusive é a imagem inicial deste post. É linda e as famosas ondas de Noronha que já receberam o campeonato mundial de surf são desta praia. Mas quando fomos, as águas estavam bem mansas, devido a época do ano.

Há ainda outras praias… Todas são imperdíveis:

  • Praia do Leão (mar de fora)
  • Praia Urbanas: Cachorro, Meio e Conceição (uma ao lado da outra – o famoso Buraco do Galego é na Praia do Cachorro)
  • Boldró, Bode e Americano: Dá para conhecer na sequência, mas a maré tem que estar baixa. Passamos um super perrengue para passar da praia do Bode para o Americano, só conseguimos a nado. Não faça como nós! Consulte a tábua de maré.
IMG_20140720_164808726_HDR

Morro do Pico, visto da Praia da Conceição

Como se locomover

Na época que fomos à Noronha nosso principal meio de locomoção foi a carona. Você que mora em cidade grande como eu, pensa logo: CARONA? sim!!

Foi ótimo! Conhecemos pessoas diferentes, turistas como nós e moradores também. Os moradores inclusive são uns queridos. Se você está no ponto de ônibus a espera, eles param e oferecem carona.

Ônibus

Eles circulam nos 7 kms de asfalto da ilha. Mas os mesmos não te levam a todas as praias, tem que colocar os pezinhos para caminhar o resto do trajeto.

Carro

Há a opção de alugar buggy. Na época o valor da diária era R$250. Caso esta seja a sua opção, converse antes com a sua pousada que eles já alugam para você previamente.

Taxi

Era de Deus quando vinha um taxi nos buscar na praia. As lojas, barracas e moradores te ajudam a chamar um taxi se o seu celular não estiver com sinal. Lindo!

Passeios na ilha

  • Ilha Tour: é um passeio na caçamba de um picape 4×4. Mas esta caçamba tem assentos, fique tranquilo. Não fizemos este passeio, pois como ficamos 7 dias em Noronha tivemos tempo para rodar a ilha sozinhos. Dependendo do tempo na ilha vale considerar realizá-lo.
  • Passeio de barco: vale a pena! Lembra lá em cima que falei que você veria golfinhos no passeio de barco? Então, este é o momento. Fomos com a empresa Trovão dos Mares e foi R$70. O nosso passeio começou pela manhã e terminou umas 15h. Servem um almoço simples no barco, mas super gostoso e com a vista incrível da praia do Sancho.
  • Plana Sub: plana what?? Eu também não conhecia. Chutaria que só tem em Noronha. Sabe o passeio de barco que você fez? No fim dele há a opção de brincar no Plana Sub. É irado!!!! No barco é amarrado umas pranchas de acrílico, você se segura na prancha e deixa o barco te puxar. Com máscara e snorkel, você pode apreciar o fundo do mar. Vê-se tartarugas, raias, naufrágio. É muito legal! No passeio da Trovão dos Mares já estava incluído no preço
  • Mergulho de cilindro: somos mergulhadores credenciados. E Noronha é um dos destinos mais tops de mergulho no Brasil. Fomos com a operadora Atlantis. Mesmo não sendo mergulhador, faça o batismo em Noronha. É uma experiência inesquecível.
  • Trilha do Atalaia: ao final desta caminhada, você chega em umas piscinas naturais, que nos disseram ser o berçário natural de várias espécies marinhas. Mas não vimos nada 🙁 Pela propaganda acredito que tenha sido a época do ano que fomos. Fizemos a trilha curta e foi legalzinho. Visitando Noronha com o mar de fora mais calmo (verão) e como o Atalaia está no mar de fora, pode ser que seja incrível. Pergunte aos moradores a opinião sobre a trilha longa neste ponto. A trilha curta é de graça, basta agendar no ICMbio assim que você chegar na ilha. Já a longa, como é necessária a presença de um guia local, ela é paga. Agenda no mesmo local da trilha curta.
  • Pôr do Sol: o pôr do sol é mágico em Noronha. Reserve um tempinho para observar a despedida diária do sol. O Forte da Conceição é um dos pontos que você precisa estar neste horário do dia e melhor é de graça.

IMG_20140721_180846576_HDR

Restaurantes

Preparem-se para gastar uma pequena fortuna. Média de R$150 a R$200 por refeição para os dois, sem bebida alcoolica.

  • Varanda: do Chef Auricélio Romão. Não sou a pessoa que super conhece chefs e etc. Amo arroz com feijão, mas o Varanda me conquistou. Se você tem o paladar sofisticado, fique tranquilo há pratos requintados. Amamos e fomos diversos dias, no almoço e jantar. Muito bom. Caro $$$
  • Flamboyan: comida honesta. Acho que é o único a quilo da ilha, mas tem La Cart. Para os padrões de Noronha não foi caro. Médio Caro $$
  • Xica da Silva: Bom. Caro $$$
  • Restaurante no Museu do Tubarão (perto do Porto): só abre para almoço. Bom. Médio Caro $$
  • Cacimba Restaurante: Bom. Médio Caro $$
  • Mergulhão: meu marido foi muito feliz com a escolha dele e amou, infelizmente eu não fui feliz. Ele recomenda. Mas sejamos justos, o ambiente é incrível, sofisticado para os padrões de Noronha e com uma vista de tirar o fôlego. Muito Caro $$$$
  • Barraca das Gêmeas na Praia da Cacimba do Padre: comemos o famoso peixe na folha de bananeira. Como já falei adoro uma comida mais simples e amei! Barato $
  • Restaurante do Pico: não comemos lá por falta de oportunidade. Mas tomamos uma cerveja à noite e é bem agradável
  • Cheiro Verde e Del Mare: os dois são bem gostosos. Médio Caro $$ Como é longe da cidade e perto do aeroporto, eles tem um sistema de buscar na pousada de carro à noite e/ou te levar no aeroporto na hora da volta, claro, comendo lá.

O que fazer a noite

Normalmente íamos jantar e depois dormir, pois acordávamos mega cedo. Mas há opções:

  • Projeto Tamar: Todo dia a noite tem uma palestra com um tema diferente e começa as 20h. É gratuito. Veja a programação na pousada.
  • Forró do Cachorro (na Vila dos Remédios): como estávamos focados em acordar cedo, não fomos. Mas é só checar o dia que acontece na sua pousada
  • Samba ao lado da Igreja (na Vila dos Remédios): Curtimos o som um pouquinho nas escadas da igreja

Praticidades

É necessário pagar duas taxas distintas:

  1. Taxa da ilha: você pode pagar no aeroporto de Noronha ou pela internet (http://www.ilhadenoronha.com.br/ailha/taxadepreservacao_em_noronha.php#)
  2. Taxa do parque nacional marinho: exceto as praias urbanas, você precisa pagar esta taxa para acessar qualquer praia. Paguei a minha taxa na praça do Restaurante Flamboyant, na entrada da Vila dos Remédios. Mas pesquisei aqui na net e vi que também é possível comprar no Centro de Visitantes da pracinha do Projeto Tamar, na vila do Boldró e no PIC Golfinho-Sancho, no acesso às trilhas do Mirante dos Golfinhos e do Mirante do Sancho.

Hospedagem

Ficamos na Pousada Colina dos Ventos. Muito charmosa, cada apê tem sua própria varandinha. Além da vista deslumbrante que a pousada, que fica em uma colina, tem.

Vale a pena levar:

  • Máscara e snorkel
  • Repelente
  • Protetor Solar
  • Camisa com proteção solar
  • Roupas simples

Aproveite Noronha! 😉

IMG_20140721_103008023_HDR

Em uma árvore, em uma das muitas trilhas de Noronha

Você também vai gostar

Nenhum comentário

Envie um comentário